Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks
Início Exposições Em exibição LIVRO COMO OBJETO
LIVRO COMO OBJETO

755 LIVROOBJETO

 

A exposição nasce da reflexão e consequente exploração do conceito de livro não só enquanto objeto artístico, mas também enquanto objeto pedagógico mediador. O livro - na condição de objeto tocável, transportável, criativo e plástico – é apresentado através dos olhares de vários artistas que o abordam como parte integrante do seu processo criativo.


Propomos, assim, um diálogo visual entre livros, pelas suas características «objetuais» e conceptuais, e também uma conversa aberta entre artistas e público, pela pertinência da partilha do ato de fazer uso do livro enquanto expressão e mediação.


O livro objeto pode conter múltiplos significados e outros tantos formatos. É um objeto (intemporal) atemporal que cruza diversas práticas artísticas: quer pela sua valência de registo para alguns dos mestres do desenho do século XV (como no caso dos Cadernos de Leonardo Da Vinci); quer pela sua qualidade de diário gráfico e fiel confidente de viagens (no caso do Arquiteto Raul Lino, projetista da Casa de Santa Maria); quer mesmo pela sua plasticidade e maleabilidade que, neste caso, o livro (de artista) assume a partir da segunda metade do século XX no domínio das Artes Visuais.

 

 

20190607 163105


O livro é, afinal, um objeto com a capacidade de nos transportar para uma vertente pedagógica e mediadora, aqui enquadrado na prática de mediação artística cultural do Serviço Educativo do Bairro dos Museus, e proposto como modus operandi junto dos públicos em prol da educação pela arte em múltiplos contextos.


Recuperamos, então, a importância dos sentidos na vivência do objeto criativo, através do livro ao alcance das nossas mãos e na expetativa de despertar mais relações e interpretações no visitante-leitor-espectador.


Assegurámos, por fim, um programa tão diversificado que integra conversas, visitas e ateliês, abrindo espaço ao manuseamento e criação de livros de autor.

 

Catarina Aleluia
Serviço Cultural e Educativo do Bairro dos Museus

 

 

 755 sala 5 vol. VI

 

ANA JOÃO ROMANA

Ana João Romana (1973) é licenciada em Pintura (Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa), tem Pós-graduação em Museologia e Património (Universidade Nova de Lisboa), Mestrado em Gravura (Royal College of Art) e é doutorada na área do Livro de Artista (Universidade do Algarve), com a tese Publicar a história/estória do livro de artista em Portugal. Expõe regularmente desde 1996, em Portugal, Reino Unido, Finlândia, Suécia, Noruega, Irlanda, Espanha, Itália, Japão, China, Brasil, Estados Unidos da América e Dubai. Além do trabalho como artista plástica desde 2000 desenvolve trabalho como editora, dos seus próprios livros de artista e de outros autores, trabalhou como mediadora na área da arte moderna e contemporânea em projetos com ligação ao livro. Foi bolseira do Serviço de Belas Artes da Fundação Calouste Gulbenkian, Artworks Wales, Pollock-Krasner Foundation e Fundação para a Ciência e a Tecnologia. É docente na Escola Superior de Artes & Design de Caldas da Rainha.

O programa da disciplina de Livro de Artista da ESAD.CR* é articulado com um projeto pedagógico iniciado em 2011 – Edições da Sala 5 – coordenado por Ana João Romana. Trata-se de um projeto de assembling que reúne páginas (de diversos formatos) elaboradas pelos alunos, onde cada um traz o seu trabalho autoral.
É recuperada a filosofia dos primeiros assemblings dos anos 1970, uma obra em colaboração entre vários autores, para a qual o editor apenas pede as contribuições e define o número da tiragem. Todos os autores envolvidos neste projeto participam para a definição e produção da publicação, fazendo com que os vários volumes sejam diferentes pela sua natureza colaborativa.

 

 

755 Paisagem s povoamento2-019

 

ANA SÉRIO

Ana Sério (Oeiras, 1976) vive e trabalha em Carcavelos. Em 2000 licenciou-se em Artes Plásticas/Pintura pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa. Nesse mesmo ano foi distinguida com o 1º Prémio João Barata
2000, facto que lhe proporcionou realizar a sua primeira exposição individual "Vivências" na Galeria Barata.

A partir desse ano realizou diversas exposições individuais e coletivas. Em 2001/2002 prosseguiu os seus estudos em Inglaterra onde obteve o Mestrado em Belas-Artes (Norwich University of the Arts). Foi-lhe atribuída uma bolsa de estudos por
essa universidade e pela Fundação Cidade de Lisboa. Em 2002 esteve representada na Feira de Arte Contemporânea do Estoril onde lhe foi atribuído o 1ºPrémio - Prémio Artur Bual. Em 2012 obteve o Certificado de Competências Pedagógicas.
Realizou duas peças de arte pública. A sua obra faz parte de diversas coleções: Câmara Municipal de Torres Vedras, CINVESTE, Fundação Cidade de Lisboa, Faculdade de Direito e Universidade de Lisboa; Fundação D.Luís, Ivam (Institut Valencià d'Art Modern), Oitavos Hotel. É representada pela Galeria São Mamede.

 

 

 

755 recife1

NIC E INÊS

Casa Nic e Inês, um casal de Artistas-Professores-Autores. Nicholas Carvalho (1982, África do Sul) e Inês Almeida (1986, Évora) licenciaram-se pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Mais tarde Inês publicou a sua tese de mestrado "O Livro de Artista: Um meio de exploração criativa"* o que fez com que ambos se apaixonassem pelos livros; e por isso, criaram e expuseram muitos dos seus próprios Livros de Artista experimentais. Em 2013 criaram a Casa Nic e Inês, um projeto de educação artística que já conta com mais de 200 ações de formação. Atualmente ensinam em contexto escolar e dão formação a docentes, tendo como parceiros o Museu do Oriente e diversas câmaras municipais. Nic e Inês continuam a criar livros de artista únicos, que servem também de ferramenta pedagógica no ensino. Mais recentemente deram a volta ao mundo, numa viagem que os levou a três continentes em busca de inspiração. Fizeram apresentações e workshops nos EUA, Coreia do Sul, Vietname, Taiwan e Austrália.

 

*2012, FBAUL. Tese de mestrado, Ensino de Artes Visuais,
Universidade de Lisboa.

 

755 IMG 20190528 180934 

 

LEONOR PÊGO

Nasce em Lisboa (1979), vive e trabalha em Cascais. É licenciada em Escultura pela Faculdade de Belas- Artes da Universidade de Lisboa, e expõe coletiva e individualmente desde 2002. No seu trajeto artístico debruça-se sobre questões relacionadas com a natureza através do desenho, livro

de autor, escultura em metais e Land Art. Está representada com escultura Pública no Montijo e nos Açores. Lecionou Escultura no Ar.Co – Centro de Arte e Comunicação Visual, entre 2006 e 2011. Coordena, em contexto escolar público, o ensino artístico e o projeto de Ludobibliotecas.
Cinco Livros de Autor desenvolvidos com turmas, sob a sua orientação e mediação, foram premiados no concurso "Pequeno Grande C – Livros de autor" da Fundação Calouste Gulbenkian. Concebe e orienta oficinas pedagógicas em instituições públicas e privadas como a Fundação Calouste Gulbenkian, o CCB, o Teatro Municipal Maria Matos, Solar dos Zagallos e bibliotecas. É mãe e grande amante da natureza.

 

755-20190607 162449

 

ARTE NO LIVRO

O encadernador e dourador Fernando Santos nasceu num meio onde se respiravam os pós mágicos de uma oficina de encadernação. Sendo filho do Mestre Victor Santos, teve oportunidade, desde cedo, de percorrer as etapas do ofício de encadernador. Acompanhando o Mestre e agregando saberes, foi documentando as técnicas e segredos do processo de encadernação. Atualmente investiga e desenvolve o seu trabalho na oficina Arte no Livro juntamente com a sua filha Andreia Tibério. A encadernadora e douradora Andreia Tibério cresceu rodeada de papéis, peles, colas, grudes, ferramentas, máquinas e odores característicos dos espaços únicos onde se trabalham os livros. Quando teve oportunidade iniciou o seu percurso de aprendiz na oficina de um dos melhores encadernadores e douradores portugueses, o Mestre Victor Santos, seu avô. Ao longo dos anos foi conciliando
a aprendizagem técnica clássica adquirida com o Mestre e novos saberes, o que a levou a incorporar nos seus trabalhos características experimentais que se traduzem numa abordagem multissensorial das obras encadernadas. A sua mais recente experiência de conhecimento realizou-se em Londres,
onde participou numa Masterclass on Decorative and Creative Leatherwork organizada pela Designer Bookbinders Society. Do seu ofício resulta uma tradução estética daquilo que a matéria-prima (livro, peles, tintas, colas, papéis) lhe comunica.

 

 

 20190607 163923

 

ATELIÊS, CONVERSAS E VISITAS


Jovens e Adultos (+15) | Máx.15pax por conversa | Máx.6pax por ateliê |Gratuito até aos 18 anos | +18anos 5€ bilhete combinado Casa de Santa Maria + Farol Museu de Santa Marta.
As atividades acontecem na Casa de Santa Maria, sob a orientação da equipa do Serviço Cultural e Educativo do Bairro dos Museus.

 

8 de junho

11h-13h à conversa com... Leonor Pego e Casa Nic e Inês
14h-14h30 visita à exposição
14h30-17h30 construção livro leporello (jardim da CSM)

 

25 de junho
10h-13h construção livro bandeira/flag book (jardim da CSM)
14h30-17h visita orientada à exposição


26 junho
10h-13h construção livro triangular (jardim da CSM)

14h30-17h visita orientada à exposição

    

 

5 de julho
18h  Visita à exposição com todos os participantes convidados,
seguido de beberete

 

6 de julho

11h-12h30 à conversa com... Ana Sério e Andreia Tibério dos Santos (Arte no Livro)
12h30-13h30 visita à Oficina Arte no Livro, com Andreia Tibério dos Santos.
15h-18h encadernação japonesa (jardim da CSM)

 

27 de julho
11h-12h30 à conversa com... Ana João Romana
14h-14h30 visita à exposição
14h30-17h30 construção livro coletivo

(jardim da CSM)  

Programa com pré-inscrição: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar | 214826970

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agenda

<<  Junho 2019  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
       1  2
  3  4  5  6  7  8  9
10111213141516
17181920212223
24252627282930