Exposição V Prémio de Escultura

23 de Setembro a 1 de Novembro de 2005

 

xxl city 750x250

O Prémio City Desk, na quinta edição, voltou a ser organizado pela Fundação, cujo Conselho de Administração se congratulou com o exito da iniciativa, saudando a «consistência» da parceria que permitiu à instituição assumir, com total eficácia, a responsabilidade executiva do concurso, bem como a realização da exposição, iniciativa das mais revelantes no panorama das artes plásticas do nosso país.

Continuar...
 

Exposição Jornadas de um canário na mina de carvão

14 de Julho a 9 de Setembro de 2012

 

xxl exibição mário vitória 750x250

 

Mário Vitória, um jovem pintor que tem vindo a explorar com grande êxito estético a inesgotável vertente surrealista, a Fundação D. Luís I apresenta um poderosamente simbólico conjunto de pinturas e desenhos, aquelas de grandes dimensões, que foi propositadamente realizado para o espaço do Centro Cultural de Cascais.

Continuar...
 

Exposição Pigmentos

21 de Julho a 2 de Setembro de 2012

 

xxl Luísa Albino 750x250

 

Arquitecta residente em Cascais há muitos anos, Luísa Albino tem vindo a dedicar-se à pintura com grande dedicação e resultados muito animadores desde meados dos anos 90. Sobre o conjunto de peças que vai apresentar no Centro Cultural de Cascais, escreveu, com toda a propriedade, que «assentam num trabalho – normalmente de grandes dimensões – em que a intensidade dos pigmentos e a gestualidade, aliadas a certas texturas, têm um papel relevante» na composição e na organização do espaço da tela.

Continuar...
 

Exposição ENTRE:VISÕES - O Infante Portugal e as Sombras Mutantes

10 de Julho a 26 de Agosto de 2012

 

xxl exibição.Josematos Cruz 750x250

 

Apresentada no VIII Festival Internacional BD de Beja, esta derradeira jornada d'O Infante Portugal encerra uma trilogia por José de Matos-Cruz, e inclui imagens alusivas por autores veteranos da banda desenhada portuguesa e ilustres novos talentos.

Aparecido em 2007 sob chancela Kafre, do autor, o livro inaugural (O Infante Portugal e As Tramóias Capitais) foi reeditado pela Apenas Livros em 2010, a par com a publicação da segunda jornada (O Infante Portugal e A Íntima Capitulação), e tiveram lançamento no 21º Amadora BD. A saga, inspirada pela mitologia mágica nacional e, também, uma ode ao mundo de super-heróis e seus antagonistas, joga com cânones conhecidos do público, ao narrar as aventuras da personagem referencial nos meandros do submundo e de místicas intrigas lusitanas, e a sua identidade secreta - o impecável advogado Rui Ruivo - não passa desapercebida. Aqui, Lisboa é uma cidade imaginária, intemporal, onde se entrecruzam ou entrechocam alfacinhas solitários, vadios e boémios, cidadãos ilustres, paladinos fantásticos, jornalistas e filósofos, inquietos exilados, mulheres prodigiosas, infandos malfeitores e políticos ubíquos...

Continuar...
 

Exposição Travessia(s)

15 de Setembro a 11 de Novembro de 2012

 

xxl manuel amorim 750x250

Autodidacta, frequentou os ateliers de Vieira da Silva, Arpad Szènes, Bram Van Velde, Alechinsky, Cargaleiro, Broto, M. Haas, Aki Kuroda, L. Bourgeois, Thomas Shliesser.

Manuel Amorim destaca-se na pintura, objecto desta exposição, como um artista cujo percurso longamente vivido e reconhecido fora de Portugal afirmando - se por uma via de coerência e fidelidade a uma ideia muito pessoal de Pintura. A sua obra manifesta-se de uma forma existencial e enigmática. O espaço pictórico é transmutado num organismo de memória e prospectiva onde se cruzam a unidade conceptual de grande depuração plástica (densidade e tensão das matérias) e, em contraponto, uma secreta comunhão com um "sagrado" de registo tragico-cómico.

Continuar...
 


Pág. 9 de 53