Pestana-Cidadela-Cascais.JPG qua

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RESIDNCIAS LITERRIAS

 


 Residncias Internacionais de Escrita Fundao Dom Lus I

 

Inaugurado com a estadia de Olivier Rolin, o Programa de Residncias Internacionais de Escrita Fundao Dom Lus I acolher em Cascais at 2020 mais quatro autores de valor e prestgio reconhecidos internacionalmente, a saber, o romancista norte-americano Michael Cunningham (maio a julho de 2019), o romancista ingls Jonathan Coe (outubro a dezembro de 2019), o romancista espanhol Javier Cercas (abril a junho de 2020) e o romancista caboverdiano Germano Almeida, Prmio Cames 2018.

 

Organizadas pela Fundao Dom Lus I, no mbito da ao cultural da Cmara Municipal de Cascais, e efetuadas exclusivamente por convite, as Residncias Internacionais de Escrita Fundao Dom Lus I permitiro a cada autor-residente uma estadia de dois meses na vila de Cascais, fornecendo-lhe um espao para alojamento e um espao para criao e solicitando-lhe a participao em iniciativas de divulgao do seu trabalho e de intercmbio com agentes culturais portugueses; nomeadamente, a participao num jantar quinzenal com convidados (Book Dinner Club), a participao num festival literrio fora de Lisboa (organizao Booktailors), numa Masterclass aberta ao pblico e numa Masterclass exclusiva para estudantes de Escrita de Fico. O envolvimento do autor-residente na comunidade incentivado, embora o objetivo principal da sua estadia seja a escrita.

 

Os autores-residentes ficaro hospedados no hotel Pestana Cidadela Cascais/Pousada Art District, parceiro privilegiado do Programa de Residncias Internacionais de Escrita Fundao Dom Lus I. O programa conta igualmente com parcerias ativas com a Booktailors (empresa lder nas reas de consultoria editorial, formao profissional para a rea do livro, agenciamento literrio e organizao de eventos literrios) e o programa de Ps-graduao em Escrita de Fico da Universidade Lusfona (precursor a nvel nacional) e com a colaborao com as editoras dos autores-residentes e as cmaras municipais organizadoras dos festivais literrios nos quais participaro.

 

Esperamos construir um legado como programa internacional de residncia de escrita que hospeda autores de todos os gneros e de todo o mundo, permitindo-lhes mergulharem num ambiente de refgio propcio para relaxar e criar novos trabalhos, bem como contactarem de forma privilegiada com Portugal e a cultura portuguesa.

 

 

 

 

Olivier RolinHannah-Opale 722

Olivier Rolin Hannah-Opale 1

 

OLIVIER ROLIN


Escritor-residente em 2018 nas Residncias Internacionais de Escrita Fundao Dom Lus I

 

Le Portugal s'est toujours montr amical avec moi, depuis la traduction de mon second livre, il y a... 30 ans ! Et cette fois encore ce fut vrai. TOUT m'a t plaisant : la mer devant ma fentre, les bateaux et les nuages, les phares la nuit (je suis un peu marin) ; la beaut de la citadelle et de l'htel qui s'y dissimule si discrtement, si lgamment ; l'amabilit, non, mieux que a, l'attention constante et trs amicale de mes htes, ceux de la Fondation comme ceux de la pousada ; la langue portugaise, dans laquelle j'ai (enfin!) fait des progrs ; la prsence de Lisbonne, la fois proche et distance, au bout de ce petit comboio bord duquel on a parfois l'impression d''tre en bateau...

Ah ! J'allais oublier: et les cigares du Professeur Salvato !
De qualquer forma: j tenho saudades da minha estadia em Cascais...
J'ai crit l presque 150 pages. Je me sentais vraiment chez moi, je ne comprends d'ailleurs pas pourquoi je n'y suis pas toujours !
Obrigado, e at breve !

 

Portugal sempre me acolheu muito bem, desde a traduo do meu segundo livro, h... 30 anos! Mais uma vez, foi assim. TUDO me foi agradvel: o mar diante da janela; os barcos e as nuvens; os faris noite (sou um pouco marinheiro); a beleza da Cidadela e do hotel que nela se dissimula de um modo to discreto, to elegante; a amabilidade, no, mais do que isso, a ateno constante e muito afetuosa dos meus anfitries, os da Fundao Dom Lus I, bem como os da pousada Pestana Cidadela Cascais; a Lngua Portuguesa, na qual (finalmente!) fiz progressos; a presena na cidade de Lisboa, ao mesmo tempo prxima e distante, no trmino desse pequeno comboio a bordo do qual por vezes temos a impresso de estar num barco...
Ah, quase me esquecia: e os charutos do Professor Salvato!
De qualquer forma: j tenho saudades da minha estada em Cascais...
Ali escrevi quase 150 pginas. Senti-me verdadeiramente em casa; no compreendo, alis, por que j l no estou!
Obrigado, e at breve!

 

Olivier
Fotografia por Olivier Rolin
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Michael Cunningham
 
 
 
MICHAEL CUNNIGHAM

Escritor residente de maio a julho de 2019
 
Nasceu a 6 de Novembro de 1952, na cidade de Nova Iorque. Cresceu e estudou em Cincinnati, no estado do Ohio, onde, com apenas quinze anos de idade, tomou a deciso de se tornar escritor, ao ler o romance Mrs. Dalloway, de Virginia Woolf, num volume que uma apaixonada o desafiara a ler. Diplomou-se em Literatura Inglesa pela Universidade de Stanford em 1975, e fez concluiu, em 1980, na Universidade do Iowa um mestrado em Belas Artes. Publicou o primeiro romance, Uma Casa no Fim do Mundo, em 1990, com reconhecimento imediato por parte da crtica e da Fundao Guggenheim, que lhe atribuiu uma bolsa no ano de 1993. Seguiu-se a escrita de Sangue do Meu Sangue (1995), romance em que o autor descreve os problemas da famlia Stassos, apresentando uma perspectiva original sobre as relaes entre o passado e o futuro. Em 1998, publicou As Horas, obra em que presta homenagem ao romance que inspirou a sua carreira: Mrs. Dalloway. Com a aco narrativa repartida entre a Greenwich Village dos anos 1980, a Los Angeles da dcada de 1940 e a Londres de Virginia Woolf, o livro foi recebido pela crtica como um projecto ambicioso, mas bem sucedido, o que se confirmou com a atribuio dos prmios Pulitzer e Pen/Faulkner na categoria de Fico. As Horas foi adaptado para cinema em 2002, com nomes como Nicole Kidman, Meryl Streep e Julianne Moore no elenco. Seguiram-se os romances Dias Exemplares (2005), Ao Cair da Noite (2010) e A Rainha da Neve (2014). Michael Cunningham vive em Nova Iorque.
 
 
 
 
Jonathan Coe
 
 
JONATHAN COE
Escritor residente de outubro a dezembro de 2019
 
Nasceu em Birmingham, em 1961. Estudou no Trinity College, em Cambridge, tendo-se doutorado na Warwick University. Ensinou Poesia Inglesa nessa mesma universidade e trabalhou depois como msico profissional, compondo jazz e msicas de cabar. Trabalhou tambm como revisor de textos legais antes de se tornar escritor e jornalista freelancer. Alm de A Vida Privada de Maxwell Sim (nomeado para o International IMPAC Dublin Literary Award 2012), em Portugal esto publicados os romances Os Anes da Morte, Que Grande Banquete! (John Llewellyn Rhys Prize 1995 e Prmio do Melhor Livro Estrangeiro de 1996 em Frana), A Casa do Sono (Writers' Guild Best Fiction Award 1997, Prmio Mdicis tranger 1998 e I Prmio Europeu dos Jovens Leitores), Rotters' Club (Bollinger Everyman Wodehouse Prize 2001), O Crculo Fechado (finalista do International IMPAC Dublin Literary Award 2006) e A Chuva Antes de Cair. Em 2004, Jonathan Coe foi nomeado Cavaleiro da Ordem das Artes e das Letras em Frana. Jonathan Coe vive em Birmingham.
 
 
 
 
Javier Cercas
 
 
 
JAVIER CERCAS 
Escritor residente de abril a junho de 2020
 
Nasceu em Ibahernando, Cceres, em 1962. Os seus livros foram traduzidos para mais de trinta lnguas e obtiveram diversos prmios, entre eles: Prmio Nacional de Literatura, Prmio Cidade de Barcelona, Prmio Salamb, Prmio da Crtica do Chile, Prmio Llibreter, Prmio Qu Leer, Prmio Grinzane Cavour, Prmio The Independent Foreign Fiction, Prmio Arcebispo Juan de San Clemente, Prmio Clamo, Prmio Mondello, Prmio Internacional Terenci Moix e The European Athens Prize for Literature. Em 2011, recebeu, pelo conjunto da obra, o Prmio Internacional do Salo do Livro de Turim pelo conjunto da sua obra. Em Portugal, foram publicados os seus livros Soldados de Salamina, A Velocidade da Luz, Anatomia de um Instante, As Leis da Fronteira (vencedor do Prmio Literrio Casino da Pvoa / Correntes d'Escritas 2016), O Impostor e O monarca das Sombras. Javier Cercas vive em Barcelona.
 
 
 
 
 
755 Gemano Almeida
 
 
 
GERMANO ALMEIDA 
Escritor residente de outubro a dezembro de 2020
 
Nasceu na ilha da Boa Vista em 1945. Licenciou-se em Direito na Universidade Clssica de Lisboa. Vive em So Vicente onde, desde 1979, exerce a profisso de advogado. Publicou as primeiras estrias na revista Ponto & Vrgula, assinadas com o pseudnimo de Romualdo Cruz. Estas estrias foram publicadas em 1994 com o ttulo A Ilha Fantstica, que, juntamente com A Famlia Trago, 1998, recriam os anos de infncia e o ambiente social e familiar na ilha da Boa Vista. Mas o primeiro romance do autor foi O Testamento do Sr. Napumoceno da Silva Arajo, em 1989, que marca a rutura com os tradicionais temas cabo-verdianos. O Meu Poeta, de 1990, Estrias de Dentro de Casa, de 1996, A Morte do Meu Poeta, de 1998, As Memrias de Um Esprito, de 2001 e O Mar na Lajinha, de 2004, formam o que se pode considerar o ciclo mindelense da obra do autor.
O Dia das Calas Roladas, 1992 e Os Dois Irmos, 1995, tm por base histrias realmente acontecidas, no ambiente rural de Santo Anto e So Tiago. Estrias Contadas, 1998, e Dona Pura e os Camaradas de Abril, 1999, o mais pcaro dos seus romances, Viagem pela Histria das Ilhas, 2003, Eva, 2006, A Morte do Ouvidor, 2010, Do Monte Cara se V o Mundo, 2014, Regresso ao Paraso, 2015 e O Fiel Defunto, 2018 completam a obra publicada por Germano Almeida at ao momento. Tem obras publicadas no Brasil, Frana, Espanha, Itlia, Alemanha, Sucia, Holanda, Noruega e Dinamarca, Cuba, Estados Unidos, Bulgria, Sua. Foi distinguido recentemente com o principal prmio literrio em lngua portuguesa, o Prmio Cames 2018. Vive no Mindelo, ilha de So Vicente, Cabo Verde.