Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks
LEONOR BELTRÁN
750250 beltran
 
 
[Pátio] 13 de outubro a 3 de dezembro

LEONOR BELTRÁN | Movimento (1)
 

 

 

DESENHOS A TINTA-DA-CHINA

E INSTALAÇÃO VÍDEO

 Série L - 24 web

Movimento 1

Este trabalho é um olhar sobre mim mesma e sobre o mundo que nos rodeia e do qual somos parte integrante. É uma abordagem dos múltiplos movimentos e das energias interiores e exteriores que os geram e se expressam de inúmeras formas, por meio de um gesto; de um som; de um silêncio; de uma palavra; de um pensamento; de uma emoção; de um sentimento; de um traço que se propaga efémero e que o papel absorve e materializa, captando para si, o eterno, invisível aos olhos; de uma imagem que se deixa aprisionar e cativa, nos cativa, e nos eleva, envolve e acolhe na sua tangibilidade sensitiva. Este trabalho procura dar sentido a uma interioridade, a um sentir imanente que nos habita e nos define. Procura dar corpo, espaço e tempo, à incorporalidade que nos acompanha em permanência e que nos ajuda a estar Vivos e a Ser.

Leonor Béltran

 

 

 


 

 

 

MOVIMENTO 1

Movimento 1 é a transitoriedade do rítmo desarmónico pictural. O espaço ecoa o silêncio e a pausa. O negro e o branco, em contraponto com a experiência musical, expressam a unidade e a diversidade. O Um. Leonor Beltrán cruza linguagens, modos de ver e de sentir. Numa melodia "pentatónica" ou em prelúdios músicais, desconstrói-se a imagem-gestual numa dança de múltiplas "dimensões-matemáticas". Relembra de certa forma Steve Reich, quando a artista plástica apresenta, nos seus desenhos em tinta-dachina, a expansão nas suas diversas direcções, tal como podemos percepcionar através das palavras de David Robertson (2006): «(...) he [Steve Reich] uses the elemental pulses of life to reveal an almost sculptural quality in music, where a small change in our aural viewpoint reveals an entirely new perspective. Independent harmonic rhythm arrives as well in this decade, grounding his large-scale structures while expanding the expressive horizon in all directions.» 
Leonor Beltrán cria, assim, uma "grafia-visual minimalista". Em constante mutação e dinamismo, fluiem as linhas, formas e manchas num movimento rítmico-gestual, para dar lugar às atonalidades monocromáticas em diversas séries temporais. Transpondo, desta forma, as imagens, num cruzamento entre movimento fragmentado e coregráfico espacial, cria uma vibração dissonante musical. Multiplica-se em gestos dinâmicos e orgânicos. Aflora imagens do mundo natural. Movimento 1 desloca-se de uma forma para outra, ora fragmentada ora ondulatória, num trajecto aparentemente aleatório, mas, que espelha a onda e a partícula da física quântica, num infímo pormenor. Entre a arte e a ciência, a música e a dança, a artista dialóga com movimento natural da passagem do tempo. Em Caminhando no tempo, vídeo, 2006-2017, o espectador contempla a Natureza. Tempo. Som. Silêncio. Rítmo. Movimento 1.

Joana Consiglieri, 2017

 

 

Agenda

<<  Dezembro 2017  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
      1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031